Projetos de Pesquisa

Em andamento

TXT-HEH-2022-n01-Zaba01-diagrama.png

Um mapa-mundi para a História: o método Zaba como material didático no século XIX

UFRB - desde 2019

Registro: PA604-2019

O objetivo deste projeto é abordar materiais didáticos de História numa perspectiva histórica. A grande maioria das pesquisas sobre materiais didáticos de História foca os livros e coleções didáticas, a ponto de ensejarem balanços historiográficos específicos sobre esse produto da indústria cultural voltado ao ambiente escolar. Outro material comumente analisado são os livros de leitura, que posteriormente levaram o nome de paradidáticos, os quais complementavam as aulas do professor a partir de narrativas com temas históricos.
Este projeto foca em materiais diferentes das coleções, compêndios e livros de leitura. Para isso, neste momento inicial vamos explorar o Método Zaba. Levando o nome de seu formulador, ele baseava-se no chamado método mnemônico polonês, que se difundiu na França e Inglaterra a partir dos anos 1830. Radicado na Inglaterra, a partir de 1870, Napoleon Felix Zaba iniciou uma viagem por diversos países, incluindo o Brasil, para apresentar seu método de Ensino de História. Para isso, ele publicava uma edição impressa da sua proposta, ensinava uma criança ou jovem por alguns dias e fazia apresentações públicas para mostrar a eficácia do seu método. No Brasil, entre julho de 1870 e setembro de 1871, Zaba fez apresentações no Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Salvador e Recife.
Seu método de História Universal é caracterizado por um conjunto de tabelas, uma correspondente a cada século, divididas em cem quadrados, cada um com nove compartimentos, nos quais eram inseridos símbolos referentes dimensões diferentes dos fatos históricos. A eles era acompanhada uma listagem de fatos, a chave, organizada cronologicamente. As tabelas preenchidas ajudavam os estudantes a relembrar esses fatos e datas a partir dos símbolos. Nesse sentido, o método se vale do paradigma de ensino da época, que concebia a história como memorização de fatos, buscando otimizá-lo a partir da visualização e iconização da história.

MD-LT-2017-RedescobrindoCachoeira-Capa.jpg

Pesquisa e Produção de Materiais Didáticos de História

UFRB - desde 2013

Esta pesquisa aplicada tem por objetivo fomentar o desenvolvimento de materiais didáticos de História, nos diversos suportes e linguagens. Procura-se investigar os principais mecanismos e instituições de avaliação, bem como a produção existente nesse campo, a fim de fornecer parâmetros e modelos para orientar a confecção destes materiais, com ênfase em História regional e local no Recôncavo da Bahia. Além disso procura-se elaborar materiais didáticos em História, envolvendo saberes temáticos, pedagógicos e aqueles envolvidos nos suportes e suas linguagens. As primeiras etapas priorizam materiais escritos como textos de divulgação históricas acompanhados de sequencias didáticas e livros paradidáticos..