Orientações em andamento

Graduação

TainaFoto.jpg

Tainá Lisboa Conceição

Tema do TCC: Memes, novas abordagens no Ensino de História

Resumo: Na contemporaneidade, o “mundo virtual ”se tornou presente, a partir disso novas formas de comunicação ganham espaço, e as redes sociais estão presentes no cotidiano principalmente dos jovens dessa nova geração. Com ele surge um novo fenômeno, os memes. Os memes estão no dia a dia do professor e de todos aqueles que acessam as redes sociais, principalmente os alunos “nativos digitais”, a geração que já nasceu com a internet, e passam o tempo todo cada vez mais conectados. Cada vez mais populares compartilhados e comentados, essa nova forma traz novas possibilidades para uma metodologia em sala de aula, colocando o aluno como aliado e protagonista Os memes vão além de conteúdo humorístico. Há memes com conteúdos críticos reflexivos, capazes de explicar em simples imagem o que levaria horas de aula. Este trabalho não visa substituir as aulas conteudistas de história por memes e sim trazer os mesmos como suporte para melhor compreensão dos conteúdos expostos. O objetivo desta pesquisa é analisar como os memes  em redes sociais, sites, entre outros, abordam a temática, já que alguns perfis são voltados apenas para memes com conteúdos sobre fatos históricos, e como eles podem ser suportes didáticos  para o ensino de história

Palavras-Chave: Memes ,Ensino de História, Internet, Sala de Aula.

Maria Eduarda Foto.jpeg

Maria Eduarda Morais Santos Costa

Tema do TCC: Feminismo Negro e Ensino de História

ResumoA escola é uma instituição presente em muitos anos de nossas vidas, trata-se de um espaço sociocultural. No Brasil, as instituições públicas de ensino atendem, majoritariamente, jovens negros advindos das classes sociais mais baixas. Nas salas de aula, estudantes negras ocupam a maioria das carteiras. Por sua vez, o livro didático busca universalizar e homogeneizar o conhecimento escolar, sendo marcado pelo poder de síntese. Ou seja, através do conteúdo programático contido nos livros didáticos, nota-se que o ensino de História é marcado por um caráter universal, elitista e branco. Dessa forma, as demandas sociais e políticas dos grupos historicamente vistos como subalternos – por exemplo, mulheres, negros e indígenas – são abordados resumidamente (ou em caráter de assunto extra) em poucas páginas do material didático. Conforme a República Brasileira foi se constituindo, diversos movimentos populares foram se consolidando. No entanto, percebendo que suas demandas não eram contempladas pelo Movimento Feminista (liderado por mulheres brancas da elite) e pelo Movimento Negro (liderado por homens negros), feministas negras organizaram-se sócio e politicamente. Portanto, sendo a escola pública um espaço plural, este trabalho visa refletir como o debate histórico acerca das demandas sociais e políticas do feminismo negro contribuem para um Ensino de História mais significativo e engajado com a construção identitária negra estudantil

Palavras-Chave: Feminismo Negro, Ensino de História, Sala de Aula.

Julia foto.jpg

Júlia Pavan

Tema do TCC: Catilina: a livraria mais antiga do Brasil

Resumo:

A livraria Catilina de Salvador, BA possui o título de mais antiga do Brasil. Fundada em 1835 por Carlos Pongetti, era especializada na confecção, encadernação e vendas de livros que eram considerados artigos de luxo, além de outros objetos de papelaria e livros editorados por ela. Esses livros encantam por sua beleza, suas cores, detalhes, acabamento e etiquetas, através das quais é possível traçar um histórico mínimo da livraria e seus diferentes momentos ao longo dos séculos XIX e XX. Funcionou em diversas localidades do Comércio e sob a administração de pessoas diferentes. Com esse trabalho objetiva-se compreender a história da livraria Catilina, bem como pensar na encadernação como suporte da história dos livros e na figura do encadernador como trabalhador fundamental nessa arte/ofício. Sem os encadernadores, um livro é uma pilha de folhas impressas, soltas, inseguras, tão suscetíveis a danos dos mais variados. Sem uma agulha que fura os fólios e uma linha que amarre todos eles, o livro não é livro, não tem corpo. Sua encadernação é o que o mantém conciso, que transforma um amontoado de papel em uma obra, um objeto de arte e até mesmo em um artigo de luxo. Através de visitas aos arquivos de Cachoeira e São Félix e da análise dos livros da Catilina e outros documentos da livraria, procura-se também estabelecer um diálogo entre a função do historiador e do encadernador baseado em autores que se debruçam sobre a temática da história cultural do livro.

Palavras-chave: livraria Catilina, história do livro, encadernação.

2022-Larissafoto.jpg

Larissa Gonçalves Ferreira

Tema do TCC: Reflexões sobre a identidade latino-americana de Belchior a partir do disco Eldorado

Resumo: A música nos últimos anos vem se tornando objeto e fonte de diversas áreas das ciências humanas, nas últimas décadas tem sido comum a realização de trabalhos que buscam refletir sobre questões históricas tendo como fonte canções. O presente artigo situa-se no campo da História Cultural e objetiva a partir da trajetória do cantor cearense Belchior, especificamente de sua produção voltada ao universo latino-americano, compreender como o autor desenvolveu essa vertente de seu trabalho ao longo da carreira e como isso dialogou com o contexto histórico e cultural brasileiro. Para isso, utilizaremos como fonte o CD Eldorado (1992), produzido com o duo uruguaio Larbanois-Carrero. O CD conta com duas faixas inéditas, traduções de músicas de Belchior para o espanhol, com arranjos de Milonga - gênero típico do Uruguai e regravações de antigos sucessos do cantor. Trabalhamos com a hipótese que esse CD é um manifesto latino-americano de Belchior, além do simbolismo expresso pelo nome e data de realização, as traduções e regravações das canções do cearense, que a essa altura já contava com 20 anos de carreira, nos permite conjecturar sobre sua tentativa de integração latino-americana a partir da MPB e os deslocamentos e permanências de sentido de sua obra ao longo da história.

Palavras-Chave: História da MPB, latinoamericanismo, Belchior, América Latina, Música, Eldorado.

2021-Rodrigo - foto.jpg

Rodrigo de Oliveira da Silva

Tema do TCC: A experiência coletiva vivida na Fazenda Campo Limpo, século XX

Resumo: A escolha do tema deu-se por meio de uma conversa informal com minha tia bisavó, Dona Maria Barbosa de Araújo. Ela contou histórias sobre o tempo em que trabalhou em uma função denominada por ela de rendeira, junto a sua irmã Dona Judite e outras mulheres na Fazenda Campo Limpo, situada no município de Cruz das Almas - BA, do proprietário de nome Dr. Ramiro Eloy Passos. As narrativas da minha tia bisavó despertou-me o interesse em pesquisar as relações construídas no convívio na fazenda Campo Limpo, com o intuito de mostrar para os alunos a importância da memória e da história oral, e local principalmente quando se trata de pessoas que, historicamente, tiveram suas narrativas invisibilizadas. Partindo disso percebe-se a  necessidade de apresentar as narrativas de uma localidade manifestadas a partir da memória coletiva presente nas experiências individuais dessas mulheres como conteúdo para o ensino em sala de aula, inspirando-se nas formulações de Halbwachs (2004). O trabalho em formato de  material didático traz a possibilidade de colocar esses sujeitos como protagonistas e tornar o ensino mais dinamizado, podendo assim aproximar o aluno ao conteúdo em sala.

Palavras-chave: Fazenda Campo Limpo, Memória, História Local, Material Didático, História Oral